O PPJA

O Programa Petrobras Jovem Aprendiz - PPJA foi criado pela Petrobras em 2006 para atender à Lei nº 10.097/2000 e o Decreto nº 5.598, de 1º de dezembro de 2005, que regulamenta a contratação de aprendizes. Tem como objetivo desenvolver um programa educacional inovador para jovens em situação de vulnerabilidade social e econômica que articule de forma criativa a educação básica, a qualificação social e profissional, visando promover sua inclusão social e contribuir para sua melhor inserção no mundo do trabalho.

Em Sergipe, o Programa Petrobras Jovem Aprendiz é executado através de termo de convênio assinado entre a Petrobras e Sociedade Semear e nesta 5ª edição (2016/2018) tem por objetivo proporcionar aos 75 jovens, entre 17 e 19 anos, qualificação pessoal e profissional através de cursos, para posteriormente se inserirem no mercado de trabalho.

O programa compreende duas etapas: formação básica e formação profissional. A formação básica é executada pela Sociedade Semear, tem duração de seis meses e tem como objetivos o desenvolvimento pessoal e social dos jovens bem como a preparação dos mesmos para ingressarem em curso de formação profissional oferecido pelo SENAI. A proposta pedagógica do Programa Petrobras Jovem Aprendiz foi elaborada pelo Instituto Federal de Educação do Rio de Janeiro - IFES-RJ, sendo possibilitada à instituição executora do PPJA de cada estado adaptá-la de acordo com a realidade local.

Na primeira etapa os jovens têm aulas de português; matemática; informática; relações interpessoais; temas relacionados ao exercício da cidadania; saúde e prevenção; cultura; meio ambiente. Após essa etapa, o jovem ingressa no SENAI em curso profissionalizante escolhido de acordo com a sua área de interesse. A Semear através de equipe contratada, acompanha o desenvolvimento dos jovens junto ao SENAI e a escola, realizam visitas domiciliares, reuniões mensais com os jovens e periodicamente com suas famílias.